domingo, dezembro 14, 2003

Outro dia recebi um e-mail com fotos engraçadas e felizmente em pelo menos uma delas havia o link para a fonte. Então em vez de repassar o e-mail para dezenas de amigos, resolvi colaborar para o bom tráfego na rede evitando mais spam e fazendo uma referência ao site fonte aqui. Então, pra quem gosta de cartões, imagens e vídeos engraçados sugiro dar uma passadinha no FunPic. E, como escreve o Pasquale, "é isso".

quarta-feira, dezembro 10, 2003

Novidade: segundo a Folha o pessoal do KaZaA desenvolveu um programa gratuito para se conversar pela Internet, o Skype.
Segunda resolvi matar saudades do centro velho de São Paulo. Do metrô São Bento fui para o viaduto Santa Efigênia, passei pelo largo e pela rua do mesmo nome. Virei à esquerda na Av. Ipiranga. Cruzei a Rio Branco e a São João - lembrei da canção do Caetano Veloso, lembrei que passei inúmeras vezes por ali quando garoto. Não entrei na 24 de Maio, preferi voltar pela Barão de Itapetininga. A praça Ramos de Azevedo, com o Teatro Municipal e antigo prédio do Mappin me deram um aperto de saudades no coração. Depois o viaduto do Chá, a praça do Patriarca (como mudou!) e aí fui caminhando "pelo lado direito da rua Direita" até a praça da Sé, cruzando antes pela Quintino Bocaiúva. Ah, se o tempo pudesse voltar....Pra falar a verdade foi uma mistura de dois sentimentos: uma forte saudade e um certo medo de andar sozinho por ali. Mas me senti bem depois que entrei no metrô Sé. Tinha vencido o desafio de vivenciar passagens de minha infância e de revisitar incólume também o coração de minha cidade - eu tinha esse direito.
Domingo passado fui a Santos para finalmente conhecer o estádio do meu time. Como era o último jogo do Santos em casa neste ano, tomei coragem, ainda mais com um adversário de outro estado, sem tanta rivalidade, arrisquei. O resultado foi Santos 2X2 Grêmio, mas valeu. Não sei ao certo porque escolhi torcer para o Santos. Meu pai era corintiano, e meu tio, que me levou a um estádio pela primeira vez, também era. Sei que naquela época os jogos eram sempre transmitidos pela TV no fim de semana. A transmissão era em branco e preto, e eu torcia sempre para o time de branco. Claro que devo ter torcido contra o Santos, quando meu time jogou com a camisa listrada!...Sei que tive certeza que devia ser santista quando comecei a ouvir falar que a base da seleção era o Santos e o Botafogo, além do Santos ter um certo jogador já famoso no mundo todo naquela época. A minha grande decepção foi num Santos e Corinthians, quando perguntei a meu pai, que ouvia o jogo num radinho de pilha, para qual time ele estava torcendo. Ele disse sem rodeios: Corinthians, claro. Resultado: nunca mais falamos de futebol. Aquele dia eu quis esquecer, ainda mais que meu time perdeu por 4X1...

Vamos falar de corrupção?

Não faltaram notícias sobre corrupção nesta quinzena, especialmente nos seguintes países: Nigéria, Quênia, África do Sul, Romênia, Paquis...