Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2004
Fojo e Parcimônia
Outro dia me perguntaram o significado de parcimônia. Achei que fosse "cuidado", mas não disse porque não tinha certeza. Um colega arriscou "ponderação". Ambos estavam errados. Segundo o Aurélio parcimônia vem do latim parcimonia (de parcu, parco) e significa ato ou costume de economizar, poupar, ou economia, poupança, moderação nos gastos e na alimentação. O interessante é que é uma palavra que devo ter lido algumas vezes. Talvez tenha ouvido, não sei. Mas não fixei seu significado. É uma palavra pouco usada, senão em desuso, pelo menos em São Paulo, nas últimas décadas. E assim há muitas palavras em muitos idiomas. As línguas são muito dinâmicas, estão constantemente se modificando. Palavras nascem e morrem, ou têm seu significado completamente modificado e até mesmo invertido. Uma vez achei que aprenderia melhor um idioma conhecendo sua base - as palavras. Até aqui, raciocínio correto. E para conhecer as palavras, nada melhor que um …
Até onde um sonho pode te levar?
O Caminho das Nuvens deixa a gente "na mão" no final, mas é um road movie inesquecível, principalmente a cena da Cláudia Abreu cantando "Como é grande o meu amor por você", do Roberto e do Erasmo Carlos.
Pelo justo, pelo bom e pelo melhor do mundo
Fui ver "Olga", do Jayme Monjardim, baseado no livro do Fernando Morais (Companhia das Letras, 1984, 1993, 1994). O filme enfoca a vida pessoal de Olga Benario. Os críticos aparentemente prefeririam que enfocasse mais os aspectos históricos e políticos, e alguns deles o consideram mais TV do que cinema por usar e abusar de closes e de música para reforçar as emoções. De qualquer modo, acho que vale a pena vê-lo. É o cinema nacional revitalizado. E tenho a impressão de que deverá ter uma boa aceitação em Hollywood, caso seja indicado a Oscar de melhor filme estrangeiro.

Em tempo, só para constar: não estava fazendo nada mesmo, então fui à Festa das Flores e Morangos de Atibaia.