Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2006

Homenagem à direita brasileira

Hoje você é quem manda. Falou, tá falado. Não tem discussão. A minha gente hoje anda falando de lado e olhando pro chão, viu. Você que inventou esse estado e inventou de inventar toda a escuridão, você que inventou o pecado, esqueceu-se de inventar o perdão.
Apesar de você, amanhã há de ser outro dia. Eu pergunto a você onde vai se esconder da enorme euforia, como vai proibir quando o galo insistir em cantar, água nova brotando e a gente se amando sem parar.
Quando chegar o momento, esse meu sofrimento vou cobrar com juros, juro. Todo esse amor reprimido, esse grito contido, este samba no escuro. Você que inventou a tristeza, ora, tenha a fineza de desinventar. Você vai pagar e é dobrado cada lágrima rolada nesse meu penar.
Apesar de você, amanhã há de ser outro dia. Inda pago pra ver o jardim florescer qual você não queria. Você vai se amargar vendo o dia raiar sem lhe pedir licença. E eu vou morrer de rir, que esse dia há de vir antes do que você pensa.
Apesar de você, amanhã há de ser…

Notícias do Brasil

Uma notícia está chegando lá do Maranhão. Não deu no rádio, no jornal ou na televisão. Veio no vento que soprava lá no litoral de Fortaleza, de Recife e de Natal. A boa nova foi ouvida em Belém, Manaus, João Pessoa, Teresina e Aracaju. E lá do norte foi descendo pro Brasil central. Chegou em Minas, já bateu bem no sul. Aqui vive um povo que merece mais respeito. Sabe, belo é o povo como é belo todo amor. Aqui vive um povo que é mar e que é rio. E seu destino é um dia se juntar. O canto mais belo será sempre mais sincero. Sabe, tudo quanto é belo será sempre de espantar. Aqui vive um povo que cultiva a qualidade - ser mais sábio que quem o quer governar. A novidade é que o Brasil não é só litoral. É muito mais, é muito mais que qualquer zona sul. Tem gente boa espalhada por esse Brasil, que vai fazer desse lugar um bom país. Uma notícia está chegando lá do interior. Não deu no rádio, no jornal ou na televisão. Ficar de frente para o mar, de costas pro Brasil, não va…

A mídia nossa de cada dia

Para aqueles que lêem as revistas Veja e Época, e os jornais O Estado de S.Paulo e O Globo, e pensam que estão bem informados, tenho sugerido considerar a imprensa alternativa e media watchers como este:

Observatório Brasileiro de Mídia

Equilíbrio, cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém. E até nos mantém relativamente imunes à lavagem cerebral imposta pelo "ministério da verdade" e a "polícia do pensamento". É melhor resistir e não deixar o Big Brother escolher o que a gente deve pensar e dizer.

Mais imprensa alternativa

Se você anda "vendo" certas revistas por aí, pensando que está bem informado, permita-me sugerir uma troca de canal. Às vezes é bom olhar sob outros pontos de vista, entende?
Exemplo: os estudantes de jornalismo do Rio de Janeiro, a maioria da Universidade Federal Fluminense (UFF), e de Porto Alegre, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) mantêm um jornal chamado "Fazendo Média". Clique no link para saber mais.
Chamou-me a atenção a matéria sobre o processo do senador Bornhausen contra o professor Emir Sader por este ter publicado o artigo intitulado "O ódio de classe da burguesia brasileira". Na próxima segunda, voltarei a este tema.

Veja que porcaria!

O fim da semana está chegando. O fim da campanha eleitoral também. Pode ter certeza de que a direita, desesperada, vai tentar uma última cartada. Como em 1989. Lembra? Pois é. Então, antes de "ver" a revista deles neste fim de semana, sugiro ler gratuitamente as seguintes revistas digitais:

Novae.inf.br
Consciência.net

Parodiando Thomas Jefferson (1743-1826), que criticava os jornais de sua época, eu diria que na mídia atual as únicas verdades confiáveis são os anúncios publicitários. Você já notou a quantidade de propaganda que existe em certas revistas e jornais, e em determinadas emissoras de rádio e de TV?

Eleições - novidades

Estava passando os olhos por alguns sítios da Internet e encontrei o blog Contrapauta - Monitoramento Crítico de Mídia, um media watcher independente. É bem interessante, e me chamou a atenção seu post "Portaria do MEC que moraliza compra de livro didático cortou R$ 40 milhões do faturamento da Abril". Agora dá para entender um pouco mais a revista Veja: "As empresas não têm ideologia, têm negócios".
Sem a intenção de fazer trocadilhos, veja aqui à direita, abaixo, o clipping O Informante.
Achei melhor explicitar minha opção de voto porque ultimamente tenho recebido muito spam político-eleitoral de amigos e colegas que são de direita, uns por opção ideológica, outros por ignorância política. Claro que não vou gostar mais ou menos destas pessoas, mas certamente vou conhecê-las melhor. E estou achando ótimo isso - entender porque fazemos determinadas escolhas. Quais sentimentos nos motivam, de quais informações dispomos...Interessante momento de reflexão, de intros…

Bueno Brandão

Imagem
Lembra que no mês passado estive em Bueno Brandão, ex-Campo Místico? Pois é. Gostei tanto que voltei lá nesse feriado. Dessa vez fui conhecer as cachoeiras dos Félix (30 m), do Machado I (15 m) e II (70 m), do David I e II, do Vale dos Avestruzes (18 m, ex-Santa Rita) e do Recanto Nossa Cachoeira. Também visitei os mirantes do Pico dos Dois Irmãos (1600 m) e do Morro da Serrinha (1500 m). Como o acesso à maioria destas atrações é difícil, optei pelos roteiros em gaiola com um guia da GAVA - Ecoturismo e Aventura. Destaco também a boa, caseira e simples comida mineira no fogão à lenha do Restaurante O Cumpadi. Pertinho dali, estão as vizinhas Inconfidentes (7000 hab.) e Borda da Mata (15000 hab.), além de Ouro Fino (30000 hab.), Monte Sião (19000 hab.) e Jacutinga (20000 hab.), que formam o chamado "circuito mineiro das malhas", onde os preços de roupas em geral são incrivelmente baixos. Vale a pena conferir.

Se Eu Fosse Você

Ontem vi "Se Eu Fosse Você", o novo filme do Daniel Filho, que dirigiu também "A Dona da História" (2004) e o ótimo "A Partilha" (2001). Cláudio (Tony Ramos), 50 anos, e Helena (Glória Pires), 40 anos, formam um casal de classe média que, depois de uma discussão, trocam de corpos devido a um alinhamento especial de planetas. Aí é muito divertido ver um fazendo o papel do outro, esforçando-se ao máximo para que ninguém descubra o que aconteceu. O resultado é que cada um vê o mundo a partir da perspectiva do outro e acabam se entendendo e se valorizando reciprocamente. Boa comédia, principalmente para casais. Confira. Você vai sair do filme uma outra pessoa.

Sete Homens e Um Destino

Em 1960 John Sturges (1911-1992) dirigiu "Sete Homens e Um Destino" (The Magnificent Seven), baseado em "Os Sete Samurais" (Shichinin no samurai, 1954), obra-prima de Akira Kurosawa e um dos melhores filmes de todos os tempos. Na versão americana, uma aldeia mexicana, que tem sua colheita confiscada por bandoleiros, contrata sete pistoleiros para se defender. Estão no elenco Yul Brynner, Steve McQueen, Charles Bronson, Robert Vaughn, James Coburn e Eli Wallach. A música de Elmer Bernstein dispensa comentários - é excelente. Lembrando o título original, achei magnífico este clássico do faroeste. CINEMA inesquecível tanto para quem gosta de faroeste, como para quem não gosta. Basta começar a ver para ficar encantado.

O Papel da Imprensa

A imprensa e a mídia são conhecidas como o "quarto poder" porque têm um papel importante no mundo democrático. A liberdade de pensamento, de opinião, de expressão e de imprensa é fundamental. Não é à toa que esta liberdade é a primeira vítima dos regimes totalitários de qualquer tendência. Por outro lado, é importante que a imprensa e a mídia não estejam concentradas nas mãos de apenas alguns setores da sociedade, para que não se transformem em porta-vozes exclusivos destes segmentos. A imprensa e a mídia devem ser veículos de opinião e expressão de todos, de toda sociedade, e não de apenas uma parcela desta.
É muito importante ler a notícia. Mas é muito importante saber porque recebemos esta notícia. Devemos perguntar: "por que esta notícia está na primeira página?". É bom ler o jornal, mas é melhor saber o que pensa o dono do jornal. Por que ele quer que a gente leia determinada notícia? Muitas vezes informa-se o que se quer informar, o que é conveniente …

O candidato da Opus Dei

Saiba um pouco mais sobre o candidato da direita, que posa de liberal e centrista:

O Governador e a Obra.

Favor clicar no link acima.

A Resposta do Povo

Imagem
Bem, desculpem-me os eleitores do candidato da direita, mas acho que agora preciso explicitar meu voto. Quem já leu alguns de meus posts sobre política, embora não sejam muitos (nem os posts nem os leitores), deve ter percebido que meu pensamento político poderia ser classificado como de esquerda. Hoje creio ser antes de tudo um democrata. Nos anos de chumbo, quando freqüentei a Unicamp e depois a USP, identifiquei-me com a esquerda política, que naquele momento lutava pela redemocratização do país, ao lado de setores da Igreja Católica, de movimentos populares, de operários, de estudantes e de parlamentares do MDB. Esse foi meu berço político. Foi nesse momento que descobri o Brasil de verdade, porque a propaganda oficial era de que éramos um país que "ia pra frente" e que devíamos "amá-lo ou deixá-lo". Assim, embora particular e felizmente não tenha tido nenhum parente ou amigo próximo que tivesse desaparecido pelas mãos dos agentes do regime, tenho certa oj…