Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

Máfia da mídia sonega e manipula; inclusive informações

Imagem
Em “1984”, que foi escrito em 1948, George Orwell diz que “a invenção da imprensa tornou mais fácil manipular a opinião pública, processo que o cinema e o rádio levaram além”.  A mídia, isto é, o quarto poder é um instrumento para vender produtos, serviços e, principalmente, ideias.  Ao contrário do que alguns veículos dissimulados apregoam, a imprensa não é e nunca foi isenta, plural, apartidária e independente.  A mídia, que é possuída e feita por pessoas, naturalmente tem um lado.  E infelizmente este é o lado do capital, do rico, do poderoso, da direita.  Isto é facilmente constatado ao se ler o editorial de nossos jornalões, seja Folha, Estadão ou O Globo.  Por ter um lado claro, o jornalismo muitas vezes sonega e manipula informações.  Veríssimo disse que “às vezes a única coisa verdadeira num jornal é a data".  Se formos verificar, até a data pode ser falsa.   Mark Twain disse que “os anúncios publicitários contêm as únicas verdades confiáveis em um jornal”.  Chegou mais p…

Os ricos e as vaquinhas de presépio

Imagem
História não é só passado.  É presente também.  Ontem foi um dia histórico, assim como hoje é e amanhã também será. Fatos acontecem em todo momento no mundo inteiro.  Publicá-los é um bom negócio, muito rentável.  Os irmãos Marinho têm uma fortuna de 8 bilhões de dólares, seguidos de longe pelo Edir Macedo com ‘apenas’ um bilhão de dólares.  Entre os brasileiros, os Marinho só perdem para o pessoal da InBev (Lemann, Telles e Sicupira) e para o banqueiro Joseph Safra.  Os vendedores de notícias não têm nenhum compromisso com a verdade e, por isso, escolhem o que, quem, quando, onde e como noticiar.  Toda manchete possui um porquê. Se o leitor, ouvinte ou telespectador quiser entender as entrelinhas, precisará conhecer o dono do jornal, do rádio ou da TV, ou ao menos seus pensamentos e interesses. A mídia no Brasil está fortemente concentrada em uma dúzia de famílias.  Esses patrões aliciam jornalistas para publicar aquilo que lhes interessa e o que der mais lucro, vender mais jornais, …

Até logo, Inezita

Imagem
Inezita Barroso nos deixou ontem aos 90 anos de idade.  Ela era uma autêntica promotora da música caipira, sertaneja verdadeira – e não esse monte de lixo que vende milhões de discos por aí, como bem lembrou o amigo Rolando Boldrin.Ela também foi atriz, folclorista, bibliotecária, instrumentista, além de cantora e apresentadora.Veja mais detalhes no site dela: http://www.inezitabarroso.com.br/. Com emoção, relembremos aqui um pedacinho dos versos da composição da Zica Bergami, “Lampião de Gás”, eternizados por Inezita: Lampião de gás Lampião de gás Quanta saudade Você me traz

Águas de março

Imagem
A mídia continua firme em seu papel de partido político de oposição, manipulando corações e mentes. Mesmo assim, continuo arremessando a rede ou peneirando na esperança de encontrar algo que preste no PiG – partido da imprensa golpista. 
A Folha tucana, no sentido de que está sempre em cima do muro, traz hoje uma entrevista com o ex-tucano Bresser-Pereira, segundo o qual os ricos nutrem ódio ao PT e à Dilma, o que não é nenhuma novidade, claro. O pior é que muita gente de classe média tem opinião formada pela mídia pertencente a uma dúzia daqueles ricos. 
O Estadão, agora com a The Economist, explicita seu lado: o lado dos ricos, dos neoliberais, dos bancos especuladores e agiotas. É coerente, ao menos. O editorial é ilegível, a não ser para quem é de direita, e direita raivosa. Está bem no estilo Veja e Sheherazade. Mas meu destaque é para a matéria sobre outro tucano, o tucaníssimo Robson Marinho, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Ele recebeu propina da Alstom, enr…